Nas ondas da Era de Ouro – Revista de História da Biblioteca Nacional

Publicado: 30 de abril de 2013 em Novidades

Espetáculo reconta a história do Brasil através de programas de rádio que fizeram sucesso entre os anos 30 e 50

Aline Salgado

19/4/2013

 

Já imaginou fazer um passeio pela História do Brasil, dos anos 30 a 50, tendo como pano de fundo as notícias narradas pelo Repórter Esso, as tramas da novela O Direito de Nascer e os inesquecíveis jingles que acompanhavam propagandas como As Pílulas de Vida do Dr. Rossi? Pegando carona num dos meios de comunicação mais populares do Brasil, o grupo teatral História Através da Música iniciou neste mês mais uma temporada no Centro Cultural Justiça Federal com o espetáculo O Rádio nas Ondas da História.

Sob o som de baião, samba e marchinha de carnaval carregados de mensagens e elementos que dão o tom das mudanças políticas e sociais implantadas por Getúlio Vargas na ditadura do Estado Novo, o grupo – formado pelos professores Romney Lima (cavaquinho), Alberto Buaiz (percussão) e André Mendes (violão sete cordas); e os músicos Valdir Ribeiro (percussão), Pedro Castro (percussão) e Denis Lopes (bandolim) – leva para o palco uma verdadeira, e lúdica, aula de História.

“Tudo começou há 12 anos, em sala de aula, como um projeto didático-pedagógico da disciplina de História. Até que o projeto cresceu, ganhou novas linguagens, como o teatro, e foi parar nos palcos”, relembra o músico e professor de História formado pela UFRJ, Romney Lima.

Com roteiro e direção de Claudio Mendes e supervisão da  professora e doutora pela UFRJ Marieta de Moraes Ferreira, especialista em Brasil República, O Rádio nas Ondas da História narra, em 80 minutos, acontecimentos e fatos políticos e sociais que mudaram o dia a dia dos brasileiros. Tudo sob a ótica de um conhecido protagonista, o Crioulo Doido.

Vivido pelo ator Gustavo Arthiddoro, o malandro, inspirado no personagem de Stanislaw Ponte Preta (pseudônimo do jornalista Sérgio Porto), se coloca na posição de um speaker (locutor) de rádio para contar as transformações que o Brasil viveu nos anos 30 a 50.

“É ele quem dialoga com o público, contando os seus causos e misturando realidade e ficção, que ajudam a recontar o passado e situar o espectador historicamente nos períodos. Ao mesmo tempo, populares canções que marcaram a era de ouro do rádio, como Ai, que saudades da Amélia (Mário Lago) são cantadas e ajudam a compor esse cenário de volta ao passado”, explica Romney Lima.

Para se divertir nessa viagem pela História, basta ir ao Centro Cultural Justiça Federal (Avenida Rio Branco 241, Centro, Rio de Janeiro). O espetáculo fica em cartaz até o dia 26 de maio, de sexta a domingo, às 19h. Outras informações em (21) 3261-2550.

[http://www.revistadehistoria.com.br/secao/agenda/nas-ondas-da-era-de-ouro]

Anúncios
comentários
  1. Claudio Mendes disse:

    Cade o vídeo do espetáculo O Rádio nas Ondas da História????????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s